Segurança Pública

BATALHÕES DA PMERJ CADA VEZ MAIS CONECTADOS

Publicado por Site da Segurança

A tecnologia está a serviço da segurança. É como o comandante do 30° BPM (Teresópolis), tenente-coronel Cleber da Silva Maia, vê a utilização do WhatsApp para atender a população do seu município. À frente do Batalhão há 14 meses, o oficial está otimista com o aplicativo, que além de apurar denúncias e atender ocorrências, também recebe críticas e sugestões.
A ideia surgiu durante os Cafés Comunitários, que são realizados no Batalhão, com a presença de integrantes da sociedade civil local. Em março desse ano, o telefone foi doado por um comerciante e o número (21) 99817-7508 passou a receber, por meio das mensagens, solicitações da população.
Esse número vem sendo divulgado durante as reuniões dos Conselhos Comunitários de Segurança, nos ônibus, por panfletagem em comunidades e no jornal da imprensa serrana. O atendimento é 24 horas e fica a cargo do serviço de inteligência do Batalhão.
Já foram registradas mais de 200 mensagens, para críticas, elogios e denúncias. O serviço colaborou com a prisão de quatro criminosos, apreensão de armas, drogas e na recuperação de um carro roubado em Duque de Caxias. Além de ter auxiliado na prisão de sete pessoas envolvidas com a contravenção e a apreensão de dinheiro em espécie. O batalhão realmente caiu na rede! Além do WhatsUpp o Batalhão recebe denúncias pelo Facebook (30BPM), por e-mail [email protected] ou pelo telefone (21) 2742-7755.

Sobre o autor

Site da Segurança

Informação para sua proteção!

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.