Opinião do Especialista

Minha continência a 3 Heróis brasileiros (Paulo Pagliusi)

Publicado por Paulo Pagliusi

Há 77 anos, neste mesmo mês de abril, aos 14 dias…

Durante a 2ª guerra mundial, 3 soldados brasileiros se perderam durante um intenso combate durante a conquista da cidade de Montese, na Itália.

Os 3 se mantiveram juntos tentando reencontrar o seu pelotão, que foi separado devido ao intenso fogo inimigo.

Resistiram com pouca água e pouca munição, e sem nenhum alimento ou contato por rádio.

Após um tempo, utilizando Táticas de guerrilha contra o inimigo, os 3 guerreiros se depararam com uma companhia inteira de soldados alemães, qual não teriam condições de combater.

Porém, se propuseram a lutar até o último tiro, de forma tão intensa que relatos alemães afirmam que achavam que estavam lutando contra um pelotão inteiro de brasileiros.

Findando as munições, os alemães bradaram ordem para os brasileiros se renderem.

Após um momento de silêncio, os 3 apareceram correndo com baionetas na ponta de seus rifles e gritando em direção aos alemães, que prontamente abriram fogo e feriram mortalmente os pracinhas brasileiros.

No dia seguinte, após o a vitória brasileira na cidade e a expulsão dos alemães da região, a companhia brasileira encontrou 3 sepulturas rasas, com crucifixos que continham os seguintes dizeres em alemão:

“Drei brasilianische helden” que em bom português significa:

*Aqui estão três heróis Brasileiros”.*

Por: Paulo Pagliusi

http://www.legiaodainfantaria.eb.mil.br/htm/feb-3heroisbrasileiros.php

A banda de rock sueca Sabaton, fez uma música tributo com um impressionante vídeo a respeito, uma bela homenagem a estes três bravos combatentes brasileiros: Smoking Snakes https://g.co/kgs/7Tdxg7

 

Sobre o autor

Paulo Pagliusi

Paulo Pagliusi, Ph.D., CISM

Sócio de Technology Risk Consulting da KPMG
Chairperson do Comitê de Segurança da ABINC
Diretor da ISACA Rio de Janeiro Chapter

Paulo Pagliusi é um dos palestrantes mais requisitados atualmente, tendo se apresentado em mais de 200 eventos.

Consultor Ph.D. in Information Security, pela Royal Holloway, University of London, Mestre em Ciência da Computação pela UNICAMP, Pós-Graduado em Análises de Sistemas, pela PUC - RJ, Paulo Pagliusi é também CEO da Pagliusi Cibersecurity, Vice-Presidente da CSABR (Cloud Security Alliance Brasil) e Vice-Presidente da ISACA (Information Systems Audit and Control Association), Rio de Janeiro, onde obteve a certificação internacional CISM (Certified Information Security Manager).

Atua há mais de 20 anos com segurança da informação, como coordenador e consultor em projetos, cursos e eventos, em organizações como: ITI e GSI - Presidência da República, Ministério da Defesa, Marinha, Petrobras, FINEP, AGU, Receita Federal, SERPRO, IRB-Brasil Resseguros, Fundação Atech e Ezute, nos temas de: governança de segurança da informação, gestão de riscos e auditoria de TI, estratégia e gestão de riscos cibernéticos, privacidade & proteção de dados, consciência situacional cibernética para Conselhos, resiliência de sistemas de informação, cloud computing e fraudes na Internet.

Vencedor do 8º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal, recebedor do 5ª Prêmio “A Nata dos Profissionais de Segurança da Informação”, e dos Prêmios “Personalidade Brasileira Dos 500 Anos” e “Destaque Profissional 500 Anos de Brasil”. Com nome citado na RFC (Request for Comments) 5106 (2008), da IETF (Internet Engineering Task Force), é autor de vários artigos especializados e também do livro: Internet Authentication for Remote Access - Authentication Solutions for Internet Remote Access Networks Aiming Ubiquitous Mobility. Scholar's Press, Alemanha, 2013. Referência para o governo brasileiro como especialista no caso Snowden, durante as audiências públicas da Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado Federal criada para investigar a espionagem norte-americana. É um dos mentores do Cyber Manifesto, que tem o objetivo de estimular o apoio e a criação de uma visão compartilhada para proteger o Brasil de ataques cibernéticos.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.