As mais comentadas

Manifestação no Rio contra reforma da Previdência tem princípio de confronto

Publicado por Site da Segurança

A manifestação contra a reforma da Previdência no Rio teve um confronto entre mascarados e a guarda municipal (GM) na tarde desta quarta-feira (15). A guarda municipal atirou bombas de gás e efeito moral contra blackblocs presentes na manifestação, que revidaram com pedras e rojões. Por volta das 19h, os manifestantes começaram a se dispersar.

Até o incidente, milhares de manifestantes tomavam pacificamente as três faixas da avenida Presidente Vargas, no centro do Rio de Janeiro, e caminhavam rumo a Central do Brasil em protesto contra as reformas trabalhista e Previdenciária. Há bandeiras da CTB, Força Sindical, Conlutas, CUT e bandeiras do PSTU e PCB, além de professores, estudantes e trabalhadores não ligados a nenhum sindicato.

Os manifestantes gritam palavras de ordem contra o presidente Michel Temer e as reformas. De acordo com a organização, 100 mil pessoas participam do ato. A PM informou que tem por política não divulgar o número de pessoas em protestos.

A concentração para manifestação contra a reforma da Previdência começou por volta das 16h, em frente à Igreja da Candelária, no centro do Rio de Janeiro. A CTB, Força Sindical, Conlutas, CUT estão no protesto, que também conta bandeiras do PSTU e PCB. Avenidas como a Rio Branco e a Presidente Vargas foram interditadas durante a manifestação.

Fonte: Uol

Sobre o autor

Site da Segurança

Informação para sua proteção!

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.