As mais comentadas

Um muro separa as manifestações pró e contra impeachment

Publicado por Site da Segurança

Um grupo de presidiários foi escalado para erguer o muro de ferro que, até o próximo fim de semana, vai dividir a Esplanada dos Ministérios pelo meio. Paralelamente ao muro, os detentos montaram uma segunda barricada, com alambrados. No corredor entre as duas estruturas, policiais deverão circular dos dois lados do muro que divide o País, acompanhando a movimentação da população.

Já usado pelo governo no dia 7 de setembro de 2015 para aplacar as manifestações contrárias à presidente Dilma Rousseff, o muro de ferro volta agora a ser erguido para tentar evitar o confronto direto dos manifestantes. Seu histórico não é favorável. No aniversário da Independência do Brasil, a estrutura de latão fez as vezes das panelas, transformado em instrumento de manifestação e revolta nas mãos de quem defende a saída da presidente. No fim da festa, manifestantes derrubaram boa parte dela aos chutes.

Desta vez, a segregação política estabeleceu que do lado direito da Esplanada ficarão os manifestantes que pedem o impeachment de Dilma, sendo o ponto de concentração será Museu da República. Do lado esquerdo, estarão aqueles que defendem a continuidade de seu governo. O ponto de encontro será a Teatro Nacional. O “muro do impeachment” só deverá ser desmontado no fim da votação.

Trânsito

O trânsito também terá modificações. A partir da 0 hora de quinta-feira o trânsito será bloqueado no Eixo Monumental, indo do  balão da Rodoviária e até o balão do Presidente. Segundo o GDF, o estacionamento de veículos poderá ser feito nos anexos dos ministérios, sendo que os manifestantes pró-impeachment deverão buscar o lado direito da Esplanada, e aqueles contrários o esquerdo.

Toda área envolvendo a Praça dos Três Poderes, o Congresso, o Supremo Tribunal Federal, o Palácio do Planalto, o Itamaraty e o Ministério da Justiça como zona de segurança nacional, será  restrita para o trânsito das Forças de Segurança.

 Fonte: Da redação do Jornal de Brasília, com Agências

Sobre o autor

Site da Segurança

Informação para sua proteção!

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.